Tecnologia

Desenvolvimento ágil de software: o mercado tecnológico como ele é e precisa ser

19112014_170217_desenvolvimentoagil

Por Adão Lopes

Muitos profissionais de tecnologia já estão familiarizados com o termo desenvolvimento ágil de software. Para os novatos, o método ágil é um conjunto de metodologias de desenvolvimento de software que providencia uma estrutura conceitual para reger projetos de engenharia de software. Mas qual sua diferença dos tradicionais métodos de desenvolvimento, como o cascata?

A ideia do desenvolvimento ágil é deixar de lado o peso excessivo da regulamentação, regimentação e micro gerenciamento usando o modelo em cascata para desenvolvimento. O cascata sempre foi muito burocrático, lento e contraditório. As documentações levavam mais tempo para serem produzidas do que o software, e elas sempre pareciam um retrabalho absurdo aos olhos dos programadores.

Claro que não deixamos de usar documentação, mas os processos mudaram muito, principalmente por conta do Manifesto Ágil, documento lançado em 2001 que reunia os princípios da prática. Alguns deles são Scrum, Crystal Clear, Programação Extrema, Adaptive Software Development, Feature Driven Development e o Dynamic Systems Development Method.

Muito disso se tornou possível graças ao advento da programação orientada a objeto. Poder trabalhar trechos separados de código já ajudava demais na maneira como os problemas eram identificados, concertados, e modificações implementadas. A ideia do desenvolvimento ágil é a sua adaptabilidade.

Poder alterar informações e regras cruciais sem ter de rever o código todo, se utilizando de uma metodologia que prima pela adaptação, garante que a empresa esteja apta a se modificar imediatamente, mantendo a competitividade em um mercado que é tão desleal quanto o de desenvolvimento.

As coisas mudam muito rápido no mercado tecnológico. Ele precisa ser assim. A tecnologia se desenvolve a um nível exponencial. Aplicativos como o Watson, da IBM, era coisa de ficção científica há alguns anos. Hoje, chegamos perto da realidade virtual e da AI.

O desenvolvimento ágil não é só um método, ele é um reflexo de uma geração. Empresas que o adotam são aquelas destinadas a sobrevivência no mercado de TI. A tecnologia é aliada, foi criada para facilitar. Vale a pena considerar esse fator na hora de contratar qualquer software, desenvolvedora ou serviço.

Saber se quem você está contratando está apto a resolver problemas de forma rápida, diz muito sobre o serviço que você terá. Softwares que precisam de atualização constante, não podem ser feitos de outra maneira – não nos dias atuais, com até milhares de linhas de código publicado. Lembre-se disso na hora de contratar uma empresa TI.

Tags : Desenvolvimento ágiltecnologiavaritus